Melhoria da segurança alimentar e nutricional

Contexto

Muitas comunidades rurais em Angola ainda lutam com altos níveis de pobreza, insegurança alimentar e desnutrição. Em particular, as províncias de Bié e Huambo foram duramente atingidos por décadas de guerra civil e ainda estão longe de estarem sanadas dessas feridas, apesar de ambas as províncias terem um grande potencial agrícola.

Os pequenos agricultores nessas províncias têm em média um a três hectares de terra, de acordo com a Organização para a Alimentação e Agricultura das Nações Unidas. Com a ajuda correta podem quebrar um ciclo milenar de desnutrição e de carências alimentares em particular na própria família e em geral na comunidade alargada. O desenvolvimento do sector da agricultura, em particular a agricultura familiar, é central para a diversificação económica e a redução da pobreza.

O objectivo do projecto assenta em três vertentes: apoio à agricultura; fortalecimento das capacidades; nutrição e higiene. Crescendo e comendo alimentos de alto teor nutritivo, a possibilidade de terem rendimento agrícolas estáveis ou constantes permite construir núcleos familiares mais consistentes e saudáveis.

Este projecto de desenvolvimento rural visa melhorar a segurança alimentar e nutricional em dois municípios com elevados níveis de desnutrição. A prioridade é dada às comunidades envolvidas e motivadas dispondo de bons acessos rodoviários e de autoridades locais receptivas ao projecto.

O projecto é implementado pelo People in Need e tem vários componentes:

• O elemento agrícola ajuda os agricultores a configurar cooperativas para o cultivo de frutas e legumes nutritivos e estabelecer 80 explorações avícolas. O projecto presta assistência na organização cooperativa, comercialização de produtos agrícolas e integração de mecanização agrícola.
• A componente do fortalecimento das capacidades, para um desempenho de agricultor inovador, oferece formação em técnicas agrícolas modernas. Além disso, o projecto liga agricultores a fornecedores de produção agrícola, com ênfase na utilização de equipamentos de baixa manutenção e sementes adequadas, fertilizantes e herbicidas. Por sua vez, este processo leva os agricultores a  contratarem vizinhos, como trabalhadores agrícolas, criando emprego e multiplicando o impacto do projecto. O projecto beneficiará 1500 agricultores com apoio directo e 1500 trabalhadores rurais contratados pelo primeiro grupo.
• A componente de nutrição envolve ensinar as melhores práticas para a preparação de alimentos, cozinhar sem perder o valor nutricional, higiene, cuidados com o bebé, incluindo os benefícios do aleitamento materno, e criação e gestão de 15 cantinas escolares. Métodos de ensino para a aprendizagem activa incluem formação em grupo, workshops, programas de rádio e campanhas de informação.

O projecto está localizado em 45 aldeias em dois municípios nas províncias do Bié e Huambo. Destina-se 3000 famílias, o equivalente a 18.000 pessoas.

About

Baixar
Iniciando
Abril de 2015
Final
Junho de 2018
Áreas principais
Desenvolvimento Local
Províncias
Huambo & Benguala
Parceiros People in Need, bem como as associações de agricultores locais