Abordagens inovadoras para a formação académica e profissional de base

Background

O governo de Angola elegeu a formação profissional como uma ferramenta essencial para a promoção do desenvolvimento económico. Esta formação prepara os jovens com habilidades práticas na entrada do mercado de trabalho. No entanto, as 165 escolas de formação profissional existentes são incapazes de satisfazer as crescentes necessidades educacionais do país. A maioria das escolas está localizada em centros urbanos e áreas rurais mal servidas.

Este projecto oferece uma formação académica e profissional de base inovadora. O projecto Escolas Polivalentes Profissionais (EPP), gerido pela Ajuda de Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP) combina educação básica entre o sétimo e o nono ano com formação profissional.

Os estudantes graduados em trabalho prático estão prontos a abraçar uma vasta gama de ocupações como: como agente comunitário de saúde, auxiliar de energia, agente agrícola e meio ambiente, assistente de ensino pré-escolar, informação e assistente de comunicação. As escolas envolvem uma abordagem inovadora de microgrupos de estudo, aulas altamente interactivas, projectos comunitários e estágios em empresas e instituições parceiras.

O objectivo do projecto será construir uma força de trabalho qualificada, apoiando as escolas de formação profissional, proporcionando aos jovens com formação técnica instrumentos que lhe permitam aumentar  eficazmente a produtividade, quer seja industrial, comercial ou agrícola. O projecto também visa melhorar as instalações em nove escolas, através da prestação de melhores equipamentos e material educativo a usar nas turmas do ramo profissional.

Uma série de actividades importantes dá apoio, visando melhorar a educação profissional do seguinte modo:

• Melhorar as competências dos professores através da formação no local de trabalho
• Fornecer apoio que melhor se adapte à educação profissional orientado para as necessidades do sector privado, na área da educação profissional
• Preparar uma estratégia de expansão de negócios em 36 escolas.

Os resultados esperados do projecto incluem a redução de abandonos escolares em 20 por cento e duplicar a rede de contactos de negócios nos estágios para licenciados até ao final de 2016.

O projecto tem como alvo sete províncias que passamos a citar: Bengo: Caxito; Benguela: Vale de Cavaco; Cabinda: Lândana e Cacongo; Kwanza Norte: Lucala; Luanda: Cazenga, Zango II e Ramiros; Huambo: Quissala; e Namibe: Tômbwa (nova escola)
O projecto é apoiado por 40 professores com um total de 1500 estudantes, prevendo-se o final da formação em 2016. O público-alvo inclui também famílias e comunidades.

About

Baixar
Iniciando
Março de 2015
Final
Setembro de 2017
Áreas principais
Educação
Províncias
Bengo, Huambo, Benguala, Cabinda, Cuanza-Norte, Luanda & Namibe
Parceiros
  • Ajuda ao Desenvolvimento de Povo para Povo (ADPP), trabalhando em estreita colaboração com o Ministério da Educação